21 de dezembro de 2016 | 09h52

264ª Cavalhada acontece nesta segunda-feira

A Prefeitura – que não é a realizadora da Cavalhada – prestará o apoio necessário durante o percurso

arquivo_cavalhada2013_1

A 264ª edição da tradicional Cavalhada em louvor a Nossa Senhora do Rosário, que faz parte do Ciclo Natalino da cidade, acontece na próxima segunda-feira, dia 26 de dezembro. No último sábado (17), a Prefeitura publicou o Decreto nº 8.100, que dispõe sobre a normatização e fiscalização da 264ª Cavalhada de Atibaia, regulamentando a conduta e disciplina dos participantes, comercialização de produtos, bebidas e alimentos durante o evento, entre outras providências.
A Prefeitura – que não é a realizadora da Cavalhada – prestará o apoio necessário durante o percurso para que o evento ocorra sem transtornos à população e visando proporcionar segurança aos espectadores, participantes e animais.
Pelo decreto publicado, o local para concentração e saída dos participantes e seus animais será na Alameda Santa Filomena, no bairro Ressaca. Do local, os cavaleiros percorrerão o seguinte trajeto: Alameda Santa Filomena, Avenida Professor Odair da Silva Pinto, Travessia sob a Rodovia Dom Pedro I, Avenida Jerônimo de Camargo, Rua Agenor Pedroso de Souza, Rua Doutor Zeferino Alves do Amaral, Rua Monsenhor Kolly, Avenida da Saudade, Praça Guilherme Gonçalves, Largo do Rosário (Igreja do Rosário), Avenida Nove de Julho, Avenida Terceiro Centenário, Rua Doutor Zeferino Alves do Amaral, Rua Estudante Ednaldo Aparecido Salles, Avenida Jerônimo de Camargo, Travessia sob a Rodovia Dom Pedro I, Avenida Professor Odair da Silva Pinto, Alameda Santa Filomena e dispersão.
Os participantes deverão e poderão se reunir somente na área de concentração e dispersão, bem como realizar o embarque e desembarque de animais. Não será permitido aos participantes fazer aglomerações, agrupamentos, conjuntos e/ou qualquer outra forma de paralisação durante o trajeto, salvo nos casos indispensáveis em que se fizer necessário zelar pela proteção das pessoas e pelo bem-estar animal.
No local da concentração, os participantes deverão realizar o cadastro e inscrição, que ficarão sob a responsabilidade da comissão dos “festeiros” do Ciclo Natalino de Atibaia 2016. Crianças e menores de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou responsáveis.
Para garantir que o evento transcorra de forma organizada, os participantes deverão estar com seus animais devidamente equipados com ferraduras, selas, arreios e/ou congêneres; não poderão conduzir animais com pessoas na garupa, na frente, em pé ou qualquer outro meio que coloque em risco a pessoa ou o animal; não deverão utilizar esporas e/ou estímulos pontiagudos, cortantes ou macerantes que venham a causar ferimento no animal; e não deverão se apresentar alcoolizados sobre o animal.
Os animais visivelmente bravios, machucados, em condição corporal ruim e/ou com cavaleiro inexperiente poderão ser recolhidos na sede da concentração. Lembrando que “maus-tratos aos animais” é crime previsto em lei, de acordo com a Lei Federal de Crimes Ambientais nº 9.605/98; além das sanções previstas em legislação municipal vigente, como na Lei Complementar nº 653/12, Lei Complementar nº 672/13 e Lei nº 3.209/01.
Será proibida a permanência de ambulantes e/ou congêneres de qualquer espécie nas áreas definidas como concentração, dispersão e trajeto do cortejo, sendo que não será permitida a venda de bebidas alcoólicas de nenhuma espécie. Também não será permitido aos participantes e/ou eventuais equipes acompanhar o trajeto do cortejo com veículos particulares e, durante o trajeto, somente será permitido o trânsito e a permanência do caminhão de som oficial que será o “abre alas” do cortejo.
A Cavalhada em louvor a Nossa Senhora do Rosário é um patrimônio cultural do município, integrante das festividades do Ciclo Natalino, e tem seu primeiro registro datado no ano de 1.752. A Prefeitura da Estância de Atibaia presta apoio anualmente à sua realização, visando manter viva esta tradição secular.
Embora esteja prevista no Calendário Oficial de eventos do município (e no Ciclo Natalino de Atibaia), a Cavalhada não é realizada pela Prefeitura, pois trata-se de uma manifestação popular com origem religiosa, folclórica e cultural, em que o Poder Executivo Municipal somente presta apoio e auxílio dentro de suas prerrogativas, proporcionando o amparo necessário para a realização do evento.
O Decreto nº 8.100 pode ser consultado na íntegra na edição nº 1846 da Imprensa Oficial da Estância de Atibaia, de 17 de dezembro de 2016, que está disponível no site da Prefeitura: www.atibaia.sp.gov.br .

Modo Texto