3º Fórum Regional (Des)iguadade de Gênero acontece nesta quinta (24) em Atibaia
23 de março de 2022 | 18h40

3º Fórum Regional (Des)iguadade de Gênero acontece nesta quinta (24) em Atibaia

Evento que debaterá desafios e perspectivas na promoção da equidade de gênero será realizado a partir das 8h no Cine Itá Cultural

Nesta quinta-feira (24), a partir das 8h, no Cine Itá Cultural (Rua Visconde do Rio Branco, 51 – Centro), acontece o 3º Fórum Regional (Des)iguadade de Gênero, evento organizado pelo Departamento da Mulher da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SADS) para debater desafios e perspectivas na promoção da equidade de gênero. Esta terceira edição do fórum integra o “Mês da Mulher Atibaia”, programação especial preparada pela Prefeitura em celebração ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março. Confira a programação completa AQUI.

O fórum regional é aberto a todos os públicos e os interessados podem se inscrever pelo link https://bit.ly/TerceiroFórumRegional . A primeira mesa temática desta edição contará com a participação da transvereadora Filipa Brunelli, graduanda em Sociologia, primeira mulher trans eleita vereadora em Araraquara, foi gestora de políticas LGBTQIA+ no município de 2017 a 2020, e da atriz, cantora, arte-educadora, uma das idealizadoras do Sarau da Jandyra e presidente do Conselho Municipal de Políticas Públicas de Atibaia (Compocat), Isadora Titto.

A assistente social Suelen Fernandes de Morais e a advogada Thaís Cremasco completam essa primeira mesa, que discutirá o tema “Feminismos: viva a diversidade”. Suelen é bacharela em Serviço Social pela PUC-Campinas, com especialização em violência doméstica pela Faculdade Dom Alberto, graduanda em Direito, docente na Faculdade de Serviço Social da FESB e atua no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) de Atibaia. Thaís é pós-graduada em Direito do Trabalho e Previdenciário, cofundadora do coletivo “Mulheres pela Justiça”, Conselheira Estadual da OAB São Paulo, presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas de Campinas (AATC), da Comissão de Relações Internacionais da Associação Brasileira de Advocacia Trabalhista (ABRAT) e membro da Associação Americana de Juristas (AAJ).

Na segunda mesa temática do fórum, o psicólogo clínico Diego de Oliveira Lopes e o juiz da Vara de Violência Doméstica de São Bernardo, Mário Rubens Assumpção Filho, vão abordar o tema “Masculinidades: por um mundo mais amigo das mulheres”. O primeiro tem formação na área de gêneros e masculinidades e, desde 2020, é facilitador do grupo reflexivo para homens “E agora, José?”. Já o segundo é formado em Direito pela PUC, pós-graduado na Escola Paulista de Magistratura (EPM), mestrando na Faculdade de Saúde Pública da USP e autor do livro “Lei Maria da Penha, avanços e retrocessos sob o ponto de vista da prática forense e da Justiça Restaurativa”.

O Fórum Regional (Des)iguadade de Gênero trata de uma das temáticas mais urgentes e complexas da atualidade, constituindo-se num espaço público que procura envolver a comunidade no debate e transformação da realidade atual e histórica que, assentada em um modelo sociocultural machista, resulta nas mais diversas formas de violência, opressão e desvantagens contra as mulheres.

print