Atibaia começa a aplicar 4ª dose contra Covid-19 a imunossuprimidos
1 de fevereiro de 2022 | 13h36

Atibaia começa a aplicar 4ª dose contra Covid-19 a imunossuprimidos

Quarta dose da vacina é para pessoas com imunossupressão que completaram quatro meses de intervalo da dose de reforço (terceira dose)

A Secretaria de Saúde de Atibaia informa que está iniciando a aplicação da quarta dose da vacina contra a Covid-19 para pessoas com imunossupressão, a partir dos 18 anos, que já completaram quatro meses de intervalo após terem recebido a dose de reforço (terceira dose). Não há necessidade de agendamento.

A imunização contra Covid-19 acontece das 8h às 19h na Unidade de Saúde do Centro e das 8h às 15h nas demais unidades de saúde com sala de vacina. É importante levar o cartão de vacinação e documento com foto.

De acordo com o Ministério da Saúde, a decisão de recomendar uma segunda dose de reforço (quarta dose) para pessoas imunocomprometidas foi motivada pelas novas evidências científicas que apontam uma tendência à redução da efetividade das vacinas contra Covid-19 com o passar do tempo. Para este público, o intervalo da segunda para terceira dose foi de 28 dias.

Fazem parte desse grupo pessoas que têm o sistema imunológico comprometido tanto por alguma doença congênita, quanto pelo uso de medicamentos. Em nota técnica, o Ministério da Saúde especificou os critérios de imunossupressão:
1-Imunodeficiência primária grave;
2-Quimioterapia para câncer;
3- Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras;
4- Pessoas vivendo com HIV/Aids;
5- Uso de corticóides em doses maiores que 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por mais de 14 dias;
6- Uso de drogas modificadoras da resposta imune: Metotrexato; Leflunomida; Micofenolato de mofetila; Azatiprina; Ciclofosfamida; Ciclosporina; Tacrolimus; 6-mercaptopurina; Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe); Inibidores da JAK(Tofacitinibe, baracitinibe e Upadacitinibe);
7 – Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias;
8- Pacientes em terapia renal substitutiva (hemodiálise);
9- Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

print