9 de agosto de 2017 | 11h45

Administração cobra, em Brasília, envio de recursos atrasados da área de Assistência Social

Com os atrasos, serviços desenvolvidos no município estão sendo realizados com recursos próprios da Prefeitura.

Com os atrasos, serviços desenvolvidos no município
estão sendo realizados com recursos próprios da Prefeitura

Cobrar a atualização dos repasses do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) destinados ao desenvolvimento de ações e programas de assistência em Atibaia. Essa foi a pauta, na semana passada, em Brasília, nos dias 2 e 3 de agosto, da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads), durante reuniões que tiveram como foco cobrar uma posição e uma previsão do Governo Federal sobre os repasses. Atualmente, com os atrasos, os serviços desenvolvidos no município estão sendo realizados com recursos próprios da Prefeitura da Estância de Atibaia. Conforme a Sads, os recursos federais para Atibaia, na área de desenvolvimento social, estão em atraso desde março deste ano.

Na quarta-feira (2), a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social de Atibaia, Magali Basile, participou do encontro do Congemas (Colegiado Nacional dos Gestores Municipais da Assistência Social) com o MDS, uma prévia para a definição de pautas e assuntos discutidos em reunião realizada no dia seguinte, quinta-feira (3), com a Comissão Intergestora Tripartite (CIT), instância de pactuação da política pública da assistência social formada por municípios, estados e União. Segundo a secretária, os encontros foram proveitosos para estreitar relacionamentos e ainda cobrar o envio dos recursos em atraso para a cidade.
Na ocasião, foram debatidas entre os presentes questões relacionadas à metodologia e ao financiamento do Programa Criança Feliz, do Governo Federal, que acompanha, com orientações para o desenvolvimento infantil integral, famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família e que possuem bebês ou crianças de até três anos de idade.
Programa Criança Feliz
O objetivo principal desse programa é conseguir promover o desenvolvimento humano a partir do apoio e acompanhamento do desenvolvimento infantil integral na primeira infância.

Modo Texto