Mais de 9 toneladas de alimentos clandestinos são apreendidas na Fernão Dias
18 de março de 2021 | 18h31

Mais de 9 toneladas de alimentos clandestinos são apreendidas na Fernão Dias

Ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal e Vigilância Sanitária de Atibaia apreendeu e descartou queijos e outros produtos em condições inadequadas para consumo

Uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal e da Vigilância Sanitária de Atibaia apreendeu e descartou mais de 9 toneladas de produtos alimentícios sem nota e de origem duvidosa no começo desta semana. Um caminhão frigorífico foi abordado no posto da PRF no bairro do Rosário e a Vigilância Sanitária de Atibaia foi acionada para avaliar o que seria, a princípio, uma carga de queijo sem procedência. Ao descarregar o caminhão, os fiscais da Vigilância constataram que os queijos estavam em embalagens sem nenhuma identificação e com sujidades como poeira e pelos.

Boa parte da carga era composta de queijos de procedência duvidosa, mas os fiscais também encontraram carnes (bovina, de bode, aves, peixes e linguiças), doces de leite, doces de frutas, cocadas, manteigas, garrafas de pinga, frutas e legumes. Os alimentos e bebidas apreendidos não possuíam identificação que comprovasse sua origem, tinham rotulagem irregular (como data de validade em branco e sem identificação da composição do produto) ou estavam manifestamente deteriorados. Além disso, a carga de alimentos no baú frigorífico estava misturada a roupas, calçados, panelas, malas, cadeira de rodas e outros itens.

Inadequados para consumo, os produtos irregulares foram transportados e descartados num aterro sanitário de uma empresa em Bragança Paulista e a ação foi acompanhada por uma médica veterinária da Coordenadoria de Defesa Agropecuária Estadual. Foram inutilizados 9.910 kg de produtos irregulares, sendo que dentro desse total, havia 16.632 unidades de queijo minas frescal.

print