9 de fevereiro de 2017 | 19h40

Atibaia recebe o Prêmio “MPT na Escola”, em Brasília

Município conquistou a quinta colocação na etapa nacional na categoria “Pintura”.

Atibaia conquistou a quinta colocação na etapa nacional na categoria “Pintura”

 
Nesta quinta-feira, dia 9 de fevereiro, Atibaia participou da cerimônia de entrega da premiação do Projeto “MPT na Escola”, concedido pelo Ministério Público do Trabalho.

A comitiva que representou o município no evento realizado em Brasília foi composta pela secretária Municipal de Educação, Márcia Bernardes; pela professora Anna Paula Scherer, que orientou a aluna vencedora do concurso; e pela professora Elen Romantini, que coordenou o projeto MPT nas escolas municipais de Atibaia.
Nessa etapa nacional, Atibaia conquistou a quinta colocação do prêmio na categoria “Pintura”.
O trabalho selecionado foi da aluna Pérola Rafaela Barbosa Cardoso, da escola EMEIF Rosiris Maria Andreucci Stopa, com o desenho intitulado “Infância no encontro de realidades”.
Sob a orientação da professora Anna Paula Scherer, a pequena artista retratou crianças brincando em frente a uma escola, enquanto ao lado outras estão trabalhando em uma plantação, distinguindo de forma bastante clara o “brincar” e o “trabalhar”.
Os trabalhos dos alunos da rede municipal de ensino já haviam sido premiados em Campinas, em novembro de 2016, quando foram classificados na etapa regional do Concurso “MPT na Escola 2016”.
Na ocasião, Atibaia foi premiada em três categorias: Pintura (Emeif Rosiris Andreucci Stopa – São Felipe); Música (Emeif Eva Cordula Vallejo – Boa Vista); e Poesia (Emef Maria J. Cintra – Maracanã).
A Emeif Eva Cordula Vallejo também obteve uma boa classificação nacional, conquistando o oitavo lugar.
Atibaia foi a única cidade com trabalhos selecionados em duas categorias (pintura e música) para a etapa nacional do prêmio, realizada nesta semana em Brasília.
O Prêmio “MPT na Escola” tem como objetivo fomentar a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil, além de reconhecer a dedicação dos educadores envolvidos nas ações de prevenção e combate à violação dos direitos de crianças e adolescentes.
Durante as etapas do concurso, foram selecionados os melhores trabalhos literários, artísticos e culturais produzidos pelos alunos das escolas participantes em todo o território nacional.

Modo Texto