Banco do Povo de Atibaia oferece crédito ao microempreendedor
5 de maio de 2022 | 11h25

Banco do Povo de Atibaia oferece crédito ao microempreendedor

Empreendedores formais e informais podem solicitar o financiamento e pagar com taxa de juros de 0,35% ao mês

O Banco do Povo Paulista tornou mais ágil o processo para liberação de crédito. Em Atibaia, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, informa que o programa está disponibilizando recursos para empréstimo na modalidade de microcrédito. Essa ação faz parte do Plano de Desenvolvimento Local (PDL), que potencializa os trabalhos já existentes e auxilia em novos projetos de capacitação e promoção do desenvolvimento econômico, abrangendo uma ampla gama de setores na cidade.

Com a menor taxa de juros entre as instituições financeiras do país, entre 0,35% e 1% ao mês, além de financiamentos que variam de R$ 15 mil (Pessoa Física) a R$ 21 mil (Pessoa Jurídica), o Banco do Povo credita valores para abertura e regularização de empresas, para capital de giro e investimento fixo, como a aquisição de mercadorias em geral, matérias-primas, máquinas, equipamentos, veículos, animais e insumos agrícolas, materiais para construção e mão de obra.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Atibaia, as condições de pagamento são: para quem opta por capital de giro, em até 12 vezes para pessoa física ou até 24 parcelas para pessoa jurídica (incluindo MEI). Já para investimentos fixos, o pagamento pode ser parcelado em até 24 vezes, se for pessoa física, ou até 36 vezes, se pessoa jurídica (incluindo MEI).

Para conseguir financiamento junto ao Banco do Povo, o interessado, seja formal ou informal, deve estar desenvolvendo atividade produtiva, residir em Atibaia há, pelo menos, dois anos e ter faturamento bruto de, no máximo, R$ 4,8 mi/ano. Além disso, não pode ter restrição cadastral junto a órgãos como Serasa e Cadin, condição primordial para o financiamento.

O Banco do Povo também oferece uma linha de crédito especial para o público feminino: o “Empreenda Mulher”. Trata-se de um outro financiamento com os mesmos limites e taxas de juros, porém com maior facilidade no pagamento, podendo financiar o crédito sobre investimento fixo em até 48 vezes para pessoa jurídica e 36 parcelas para pessoa física e, quando se trata de capital de giro, em até 36 vezes para pessoa jurídica e 18 parcelas para pessoa física.

Importante ressaltar que para o empreendedor que já solicitou empréstimo junto ao Banco do Povo e não conseguiu quitar a dívida, a Prefeitura está oferecendo como alternativa a possibilidade de renegociar a dívida. Para isso, basta comparecer diretamente no Banco do Povo, das 8h30 às 16h, no prédio do FACILITA (Rua Castro Fafe, nº 295, Centro).

print