1 de março de 2017 | 18h30

Carnaval 2017 teve segurança reforçada nos quatro dias de festa

Efetivo da Guarda Civil Municipal foi duas vezes maior. Também houve aumento de 85% da equipe de seguranças, em relação ao ano passado.

 

Efetivo da Guarda Civil Municipal foi duas vezes maior;
também houve aumento de 85% da equipe de seguranças, em relação ao ano passado

 

 
Após quatro dias de carnaval, a Secretaria de Segurança Pública da Prefeitura de Atibaia fez um balanço das atividades desenvolvidas.
 
 
 
 
 
Neste ano, o efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM) foi duas vezes maior em relação ao carnaval do ano passado e houve um aumento de 85% de seguranças particulares.
 
As equipes realizaram revista pessoal em todos os locais de acesso à festa, trabalho realizado por seguranças de empresa especializada contratada pela Prefeitura.
 
 
 

 
 
 
Ao todo foram 30 seguranças particulares na Matriz, 50 no Centro de Convenções, 40 no Bloco do Caveira, 40 no Zé Pereira e 10 no Bloco do Jacaré.
 
Ao somar o número de profissionais da GCM, os seguranças particulares e o efetivo da Polícia Militar, o carnaval deste ano contou com aproximadamente 100 pessoas na segurança das festividades.
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
As equipes focaram em ações preventivas, mas também agiram de forma ostensiva, principalmente na arena do Centro de Convenções, com objetivo de inibir uso de drogas, furtos e demais atividades ilícitas.
 
O efetivo da GCM foi acionado em casos isolados, após denúncia de furtos e também ações de vandalismo. No centro da cidade duas ocorrências foram registradas.
 
 

 
 
A primeira, no sábado (25/02), por volta das 4h da manhã, logo após o desfile do Bloco do Caveira, com a ação de vândalos contra lojas localizadas no centro da cidade.
 
Dois foram detidos. E a segunda, na terça-feira (28/02), às 18h, envolvendo dois catadores de latinha (ambos pessoas em situação de rua), que estavam em frente ao palco da Praça da Matriz.
 
Um deles, Valério Aparecido dos Santos, foi agredido com uma faca de cozinha e imediatamente socorrido por guardas municipais, sendo levado à Santa Casa, onde foi atendido e está fora de risco.
 
O agressor, André Lopes Ferreira, foi localizado pela equipe da GCM e encaminhado a delegacia local para a elaboração de boletim de ocorrência.

print