15 de dezembro de 2017 | 11h55

Famílias em vulnerabilidade social recebem hortaliças de alunos de escola municipal de Atibaia

Cerca de 90 pés de alface foram entregues a famílias cadastradas no Departamento de
Segurança Alimentar e Nutricional

A alimentação é um direito constitucional e pensando nisso alunos da Rede Municipal de Educação de Atibaia deram exemplo de humanidade e civilidade nesta semana. Cerca de 90 pés de alface foram entregues a famílias em vulnerabilidade social cadastradas no Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional da Prefeitura de Atibaia. As hortaliças foram doadas pelos alunos do 2º ano da escola municipal Professor Francisco Silveira Bueno, localizada no Jardim Alvinópolis.
A escola participa do projeto Fruto da Terra, em que um dos eixos é a implantação de horta comunitária no local. Todos os alimentos plantados e colhidos são utilizados na merenda dos alunos. Foram três colheitas de alface no ano e, em razão da parceria com o Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional, a última delas foi doada. A entrega aconteceu no próprio departamento e cada família levou para casa três pés de alface.

O objetivo é ampliar a parceria com mais escolas municipais em 2018 e assim oferecer ainda mais alimentos para as famílias em vulnerabilidade social no município. Atualmente 401 pessoas são cadastradas, que recebem os alimentos de duas a três vezes por semana. Para se cadastrar, os interessados devem ir ao Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional, localizado acima do Restaurante Popular, no Jardim Cerejeiras, portando RG.
De acordo com a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads), Magali Basile, ações como essa visam garantir à população em vulnerabilidade uma boa alimentação, com baixo custo e nutricionalmente equilibrada. O Poder Público deve prezar pela segurança alimentar de todos e fazer com que pessoas em situação de vulnerabilidade social tenham o direito humano à alimentação adequada e saudável.

Parceria Supermercado Atacadista
A Prefeitura já tem uma parceria com o supermercado atacadista da cidade, localizado no bairro Recreio Estoril, para aproveitamento, sem custos aos cofres públicos, de alimentos próprios para consumo, mas impróprios para venda.
Os alimentos disponibilizados são, em sua maioria, hortifrutigranjeiros, sempre frescos, de qualidade e em bom estado de conservação que são destinados para atendimentos sociais e às Organizações da Sociedade Civil (OSC) que possuem termo de parceria com o Poder Público.

Modo Texto