Fiscalização resolve dezenas de demandas em comércio de Atibaia
13 de julho de 2020 | 16h42

Fiscalização resolve dezenas de demandas em comércio de Atibaia

Entre as 60 solicitações resolvidas, os principais assuntos foram aglomeração de pessoas, produtos para assepsia e uso de máscaras

Em meio a uma série de medidas para conter a disseminação do Coronavírus na cidade, a fiscalização da Prefeitura da Estância da Atibaia trabalhou intensamente na última semana em visitas a estabelecimentos e locais públicos, depois da implementação de novas regras para adequação à fase vermelha do Estado de São Paulo.

Entre o dias 6 e 12 julho, a equipe de fiscalização resolveu um total de 60 demandas na cidade em locais como lojas, comércio de produtos alimentícios em geral, assistências técnicas e até lugares públicos diversos onde houve reclamação por aglomeração e falta do uso de máscaras. Os principais assuntos denunciados foram justamente aglomeração de pessoas (52%) e não fornecimento de produtos para assepsia e uso de máscaras (34%). Foram aplicadas multas, notificações e também fechamentos administrativos.

Além das 60 solicitações resolvidas, uma série de outros atendimentos foram realizados, com visitas diárias aos estabelecimentos comerciais. Houve um aumento por causa do surgimento de dúvidas em virtude de novo decreto. Na semana passada, após o Governo do Estado de São Paulo enquadrar a região de Campinas, da qual Atibaia faz parte, na fase vermelha, a cidade determinou medidas mais rígidas contra a doença, incluindo o funcionamento de segunda a quinta-feira de vários estabelecimentos, enquanto que bares, restaurantes e lanchonetes podem funcionar no esquema de delivery e drive-thru de segunda a quinta, mas para consumo no local apenas sexta, sábado e domingo.

Desde 23 de março, equipes de fiscalização de Atibaia realizam orientações e visitas a estabelecimentos, atendendo demandas a partir de denúncias, reclamações e dúvidas encaminhadas pela população via Ouvidoria Municipal (11-9.5610.4538, com WhatsApp), para garantir o cumprimento das regras estabelecidas. As ações de fiscalização da Prefeitura contam com a força-tarefa Fiscalização – Covid-19, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e que envolve também a Ouvidoria Municipal, a Chefia de Gabinete, a Defesa Civil, as secretarias de Saúde (Divisão de Vigilância Sanitária), de Mobilidade Urbana, de Segurança Pública, de Esportes e Lazer, de Habitação, de Serviços, entre outras, e ainda tem o apoio das polícias civil e militar e da guarda civil municipal.

Modo Texto