26 de janeiro de 2017 | 12h07

Laboratório Municipal tem desempenho “excelente” pelo 4º ano consecutivo

Laboratório está inscrito no Programa Nacional de Controle de Qualidade – PNCQ.

São realizados mais de 200 tipos de exames diferentes,
numa média de 35 mil procedimentos por mês


O Laboratório Municipal mais uma vez se destacou por seu trabalho, já considerado referência entre os municípios da região.
Pelo quarto ano consecutivo recebeu o certificado de desempenho “excelente” pelo Programa Nacional de Controle de Qualidade – PNCQ, ligado à Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC).
O laboratório atende a rede municipal de saúde há 30 anos e nos últimos cinco anos está inscrito nesse programa de controle de qualidade externo.
Amostras são enviadas para análise e avaliação da qualidade analítica, resultando na acreditação do sistema de gestão de qualidade nas áreas de Bioquímica, Hematologia, Imunologia Básica, Parasitologia Básica e Urinálise Básica.

O PNCQ é um controle externo de qualidade obrigatório previsto pela RDC 302/2005 da Anvisa e é também um elemento fundamental para garantia da qualidade do laboratório clínico moderno.

O Laboratório Municipal conta com gerente, cinco farmacêuticos/ bioquímicos, três técnicos de laboratório e quatro auxiliares de laboratório, além de um recepcionista, quatro funcionários administrativos e uma funcionária de limpeza.
O município conta com 21 unidades de coleta e motoristas que transportam o material das unidades até o laboratório.
De acordo com o gerente da Divisão de Serviços em Análises Clínicas, Dr. Edson Vizgaudis, o laboratório realiza mais de 200 tipos de exames diferentes, numa média de 35 mil exames por mês.
Os exames realizados no laboratório municipal levam, no máximo, cinco dias para retornar às unidades de saúde, sendo que as unidades que possuem internet fazem o acesso online dos resultados no mesmo dia da coleta e, em alguns casos, até mesmo em poucas horas.

Os exames realizados através dos laboratórios de apoio HUSF, IAL e outros, de média e alta complexidade (hormônios e sorologias), levam no máximo 10 dias para retornar até a unidade requisitante.
Para a Administração Municipal, os bons resultados são fruto do bom andamento e empenho de toda a equipe e do planejamento estratégico da Secretaria Municipal da Saúde, aliados à aquisição de equipamentos de última geração com assistência técnica certificada de reagentes de excelente qualidade.
Destaque também para o serviço de coleta do material biológico realizado pelas unidades de saúde, o trabalho do corpo técnico/administrativo do laboratório e o sistema de gerenciamento laboratorial que integra o laboratório a todas as unidades com acesso à internet.
A Prefeitura pretende, para este e o próximo ano, implantar equipamento automatizado para dosagens hormonais e sorológicas, realizar reformas na unidade para melhorar ainda mais o atendimento e estender a rede de informática para que os laudos cheguem de forma mais rápida as unidades mais distantes, além de contratar funcionários para atender a crescente demanda, com objetivo de manter a qualidade hoje existente.
 

Modo Texto