Programa “Mais Médicos” abre 8 vagas em Atibaia
17 de março de 2021 | 16h49

Programa “Mais Médicos” abre 8 vagas em Atibaia

Profissionais irão atuar no reforço da capacidade de atendimento das unidades de saúde municipais no combate à Covid-19; Inscrições começaram ontem (16)

O Ministério da Saúde e a Secretaria de Atenção Primária à Saúde abriram edital de chamamento público convocando médicos para aderir ao programa do governo federal “Mais Médicos”. Em Atibaia, foram abertas 8 vagas para atuação nas unidades de saúde municipais, reforçando a assistência médica na cidade, especialmente neste momento de enfrentamento ao avanço do Coronavírus.

As inscrições foram abertas ontem (16), terminam às 18h do dia 22 de março e serão feitas exclusivamente pela Internet através do Sistema de Gerenciamento de Programas (SGP), disponível no endereço eletrônico: http://maismedicos.saude.gov.br . Pelo SGP, é possível o profissional fazer seu cadastro e escolher o estado e cidade em que deseja atuar. Podem participar médicos com registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) ou graduados no exterior com diploma revalidado no Brasil.

Programa “Mais Médicos” abre 8 vagas em Atibaia

O tempo de permanência dos médicos no programa será inicialmente de três anos, prorrogáveis por mais três, e a bolsa-formação mensal no valor líquido de R$ 10 mil é paga pelo governo federal. Além disso, os médicos têm direito a recesso anual remunerado de 30 dias, contribuição previdenciária custeada pelo Ministério da Saúde, assim como moradia, alimentação e ajuda de custo, além de realizar curso de especialização em Saúde da Família supervisionado e orientado por instituições de ensino.

A Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância de se conseguir suprir o quadro de vagas do município e reforçar a atenção primária, ainda mais em tempos de Covid-19. A Pasta informa ainda que no ano passado Atibaia não registrou a inscrição de médicos pelo programa para atuar no município, mas que a Prefeitura vem trabalhando tanto na qualificação da rede de atendimento quanto em melhores condições de trabalho para médicos e demais profissionais da saúde.

print