Prefeitura de Atibaia inaugura Núcleo de Inclusão Produtiva e oferece oportunidades para pessoas de baixa renda
8 de dezembro de 2021 | 16h38

Prefeitura de Atibaia inaugura Núcleo de Inclusão Produtiva e oferece oportunidades para pessoas de baixa renda

Com foco na geração de trabalho e renda para pessoas em situação de vulnerabilidade social, novo equipamento de Assistência Social será inaugurado no próximo dia 10, às 15h

Investindo na geração de trabalho e renda para pessoas em situação de vulnerabilidade social, a Prefeitura de Atibaia inaugura no próximo dia 10, às 15h, o Núcleo de Inclusão Produtiva, equipamento público voltado à formação e desenvolvimento humano de pessoas atendidas pelo Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). O objetivo do novo programa, coordenado pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SADS), é promover ações formativas que ajudem a identificar, desenvolver e aperfeiçoar habilidades e competências que possibilitem, por meio do empreendedorismo e da empregabilidade, superar processos de exclusão social.

O novo espaço dedicado à inclusão produtiva e social está localizado na Rua Gonçalves Dias, 255 – Jardim Cerejeiras e dispõe de uma sala equipada com máquinas de costura e uma cozinha, que possibilitará tanto a realização de cursos profissionalizantes de panificação e confeitaria como de culinária. A finalidade do espaço e do programa que será desenvolvido nele é proporcionar um percurso formativo que favoreça a inserção no mundo do trabalho por meio do emprego formal, do empreendedorismo ou de empreendimentos da economia solidária.

De acordo com a SADS, na primeira fase desse percurso, o atendimento será feito por uma equipe multidisciplinar composta por assistentes sociais, psicólogos e pedagogos, de forma a incentivar a identificação de interesses, habilidades e competências. O passo seguinte dessa jornada de formação envolve a participação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEC) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), parceiro em outras iniciativas da Prefeitura para fomentar o empreendedorismo e fortalecer as empresas locais.

Trabalho e Renda
Esse segundo passo é dividido em dois eixos: Trabalho e Renda. De acordo com as necessidades apontadas no levantamento realizado na primeira etapa da jornada, a SADS poderá efetuar o encaminhamento para cursos de capacitação e qualificação profissional, articular com o Posto de Atendimento ao Trabalhador suporte para encontrar uma oportunidade no mercado de trabalho formal ou fornecer, via SEDEC e Sebrae apoio e orientações sobre planejamento, aquisição de crédito, formalização dos negócios e abertura de novos empreendimentos.

O novo equipamento público também será dedicado à realização de cursos vinculados à temática da inclusão produtiva e prevê a integração dos dois espaços produtivos que inicialmente serão disponibilizados: a cozinha e a sala de costura. A ideia, segundo a SADS, é que os uniformes e aventais que serão utilizados na cozinha sejam produzidos no próprio núcleo, impulsionando uma cadeia produtiva que tenha como objetivo beneficiar quem mais precisa.

Ainda segundo a SADS, um dos motivos para a criação do núcleo foi justamente o fato da Pasta ter identificado dificuldade de acesso das pessoas atendidas pelo CadÚnico às iniciativas promovidas pelo chamado Sistema S, composto por instituições como Sebrae, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac), dentre outras. Procurando sanar essa lacuna, a SADS firmou parceria com o Sebrae no ano passado, o que viabilizará a realização de cursos e projetos ligados à inclusão socioprodutiva no núcleo.

print