Prefeitura dá início às primeiras turmas do Núcleo de Inclusão Produtiva
11 de fevereiro de 2022 | 16h34

Prefeitura dá início às primeiras turmas do Núcleo de Inclusão Produtiva

Programa da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social busca inserção profissional de pessoas em situação de vulnerabilidade social

Começaram nesta semana as primeiras turmas do Núcleo de Inclusão Produtiva, programa para geração de trabalho e renda da Prefeitura de Atibaia direcionado às pessoas atendidas pelo Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). Coordenado pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SADS), o núcleo busca proporcionar a pessoas em situação de vulnerabilidade social um percurso formativo que favoreça a inserção no mercado de trabalho via emprego formal, empreendedorismo ou por meio de projetos de economia solidária.

O mais recente equipamento público de Assistência Social do município foi inaugurado em dezembro do ano passado e os primeiros ingressantes no programa foram indicados pelos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) e Departamento de Segurança Alimentar. São 70 participantes inscritos para essas primeiras turmas, que passarão por uma trilha de formação dividida em três fases: desenvolvimento humano, capacitação e inserção profissional.

Os participantes foram distribuídos em turmas menores, duas de gastronomia e duas de costura, uma medida que, além de fazer parte do protocolo sanitário de prevenção à Covid-19, visa permitir um melhor aproveitamento do curso. Enquanto as turmas de gastronomia começaram na terça-feira (8), nos períodos da manhã (das 9h às 11h) e da tarde (das 14h às 16h), as de costura tiveram início na quinta (10), também nos dois períodos.

Inclusão social pelo trabalho
Todas as turmas começam com a etapa de desenvolvimento humano, que tem por objetivo incentivar as pessoas em situação de vulnerabilidade social a resgatarem a autoestima, identificando interesses, habilidades e competências, motivando-as a se capacitarem para a inserção no mercado de trabalho. Após a conclusão dessa etapa, prevista para acontecer na segunda semana de março, as aulas práticas de gastronomia e culinária da fase de capacitação serão ministradas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Concluída a capacitação, começa a etapa final da jornada de formação proposta pelo núcleo, a de inserção profissional. Nessa última fase do programa, a SADS poderá articular com o Posto de Atendimento ao Trabalhador suporte para encontrar uma oportunidade no mercado de trabalho formal ou fornecer, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Sebrae, apoio e orientações sobre planejamento, aquisição de crédito, formalização dos negócios e abertura de novos empreendimentos.

Assistentes sociais, psicólogos e pedagogos do núcleo acompanharão os participantes em todas as etapas da trilha de formação, oferecendo apoio e orientação. O Núcleo de Inclusão Produtiva está localizado no Jardim Cerejeiras (Rua Gonçalves Dias, 255) e pretende, por meio da empregabilidade e do empreendedorismo, incentivar a superação de processos de exclusão social. Pessoas atendidas pelo CadÚnico que tiverem interesse em participar do programa podem obter mais informações entrando em contato com o WhatsApp do núcleo pelo telefone: (11) 9.7443-8930.

print