Prefeitura implanta plano de contingência para a Atenção Especializada de Atibaia
9 de março de 2021 | 13h22

Prefeitura implanta plano de contingência para a Atenção Especializada de Atibaia

Atendimento em especialidades do município conta com demanda programada,
teleorientação e telemonitoramento desde esta segunda-feira (8)

Com o objetivo de manter o atendimento em saúde na Atenção Especializada do município em meio à pandemia de Covid-19, além de ampliar o controle de pacientes com comorbidades, a Prefeitura da Estância de Atibaia, por meio da Secretaria de Saúde, implantou, desde esta segunda-feira (8), o atendimento via demanda programada e por meio de teleorientação – em que médicos e enfermeiros realizam à distância a orientação e o encaminhamento de pacientes em isolamento, e telemonitoramento – possibilitando, sob supervisão ou orientação médica e/ou de enfermagem, que sejam monitorados à distância os parâmetros de saúde e/ou doença. Em caso de necessidade, os profissionais de saúde convocarão os pacientes para a unidades de saúde.

A Atenção Especializada do município contatará os pacientes que estão com consultas agendadas para prestar orientações sobre a conduta a ser seguida em cada especialidade. Vale lembrar que as novas medidas seguem as resoluções n° 1643/2002 e n° 634/2020 do Conselho Federal de Medicina – CFM e os profissionais médicos e enfermeiros que realizarem o contato com os pacientes por teleatendimento deverão respeitar uma série de orientações e determinações, sempre em consonância com o que estipula o Ministério da Saúde para essas profissões e essa modalidade de atendimento.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, desde o início da pandemia o Ministério da Saúde tem adotado estratégias tecnológicas para diminuir a propagação do vírus sem deixar a população desassistida durante as medidas de distanciamento social e nos casos de isolamento domiciliar. Por isso, o teleatendimento é uma forma de ofertar cuidado qualificado aos cidadãos sem que haja exposição desnecessária ao vírus, tanto para o paciente quanto para os profissionais de saúde.

Ainda conforme a Pasta, o teleatendimento é uma alternativa para a Atenção Especializada ampliar o acesso, manter ou retomar o atendimento (sobretudo o acompanhamento de pacientes com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão), além de identificar possíveis casos de Covid-19 sem exposição desnecessária.

Confira as orientações próprias para o atendimento em cada especialidade:

– Programa Melhor em Casa
O Programa Melhor em Casa promoverá o monitoramento por telefone e as visitas serão realizadas em casos de urgência.

– Ambulatório Infantojuvenil
O atendimento do Ambulatório Infantojuvenil acontecerá por meio do monitoramento por telefone. Caso necessário, será realizado atendimento por videoconferência, utilizando celular corporativo.

– Central de Nutrição
A entrega das dietas será realizada por agendamento, que será viabilizado por telefone, por duas nutricionistas.

– Centro de Assistência Psicossocial (CAPS)
No CAPS, o atendimento de urgência permanecerá de forma presencial, com oito pacientes por dia, de segunda, quarta e sexta-feira. Na demanda espontânea, o paciente será acolhido e o atendimento será realizado nos casos de: troca de medicamento, paciente desestabilizado e/ou paciente com resultados de exames para avaliação. As prescrições serão entregues após a consulta e, quando necessário, será realizada a reavaliação para a retirada de medicamentos. Estão mantidas as consultas individuais de Psicologia e o acolhimento por demanda espontânea, mas as oficinas estão suspensas. O telefone para contato é o (11) 4412-3606.

– Policlínica
Para exames de Ultrassonografia Obstétrica, está mantido o agendamento, reforçando a orientação de que não será permitido acompanhante na sala de exames.
Em Cardiologia, Otorrinologia e Neurologia, os atendimentos estão mantidos com os agendamentos prévios.
Em Oftalmologia, será mantido o atendimento de emergência, sob agendamento prévio.
Em Dermatologia e em Ortopedia, será realizado o contato telefônico para monitoramento e agendamento quando necessário.
Em Fisioterapia, o atendimento está mantido com agenda reduzida e agendamento prévio.
Na Psiquiatria, um profissional estará em home office para alteração de receita e atendimento por telefone, caso necessário; e outro profissional manterá o atendimento sob agendamento prévio. Já os profissionais de Enfermagem e de Psicologia estarão disponíveis para acolhimento e farão monitoramento por telefone.

– Laboratório
Estão mantidas as coletas realizadas no Laboratório sob agendamento.

print