20 de junho de 2018 | 16h15

Políticas públicas para a terceira idade é tema de reunião do Concidati

Atibaia, referência no país, tem 27 mil idosos em 20 grupos de terceira idade;
Centro Dia do Idoso será inaugurado em junho

O Conselho da Cidade de Atibaia – Concidati esteve reunido na última terça-feira (22), em encontro que aconteceu no Centro de Convenções e Eventos “Victor Brecheret” para Reunião Ordinária. Com o tema Avanços das Políticas Públicas para os Idosos no Município de Atibaia, a reunião contou com a presença do secretário de Mobilidade e Planejamento Urbano, André Agatte, e do coordenador especial do Idoso, Marcos Moura.

“Atualmente, Atibaia contabiliza cerca de 27 mil idosos inseridos em políticas de envelhecimento ativo promovidas pela Prefeitura. Há cerca de 20 grupos de terceira idade na cidade, com atividades culturais, esportivas e recreativas gratuitas. As políticas públicas realizadas em Atibaia relacionadas a qualidade de vida dos idosos, que garantem que eles interajam e sejam representados na sociedade, têm reconhecimento nacional e internacional”, destacou o coordenador do Idoso.

Uma das ações destacadas na reunião foi o Programa Atibaia Ativa, que está presente em mais de 20 bairros e atende mais de 6 mil pessoas. O programa engloba ainda a Academia da Saúde, responsável por promover saúde, bem-estar e lazer junto aos idosos, e o Programa Raimunda Moura para Parkinsonianos, que conta com 80 pacientes cadastrados no tratamento diferenciado da doença e apoio aos familiares. O Centro de Convivência da Terceira Idade “Rosa Aparecida Panzone” é mais um equipamento da Prefeitura que possibilita novos conhecimentos, mais lazer e saúde física e mental para cerca de 590 pessoas da melhor idade.

Atibaia também já conta com o importante Selo Intermediário do Programa “São Paulo Amigo do Idoso”, do Governo Estadual, que tem o objetivo de estimular os municípios e entidades a promoverem ações referenciadas na área, como implantação de espaços de acolhimento, proteção e convivência de idosos semidependentes, com 60 anos ou mais. O programa segue os princípios do envelhecimento ativo da Organização Mundial de Saúde (OMS) e definiu quatro pilares de atuação: Proteção, Educação, Saúde e Participação.

Buscando conquistar o nível mais alto do programa, o Selo Pleno, mais um equipamento está sendo preparado para Atibaia. O Centro Dia do Idoso será inaugurado em junho deste ano e atenderá mais de 30 idosos em vulnerabilidade social, com investimento de mais de R$ 1 milhão. A unidade terá um custeio anual estimado em R$ 400 mil, além da previsão de um investimento, que também será feito pela Prefeitura com recurso próprio, de R$ 150 mil em equipamentos.

Modo Texto

Deixe um comentário