22 de setembro de 2017 | 16h00

Prefeitura e SENAR preparam produtores rurais para o início da Feira do Produtor Rural, dia 6 de outubro

Feira acontecerá todas as sextas-feiras, das 17h às 21h, na praça do Boulevard Prefeito Takao Ono.

Feira acontecerá todas as sextas-feiras, das 17h às 21h,
na praça do Boulevard Prefeito Takao Ono

Desde março deste ano a Prefeitura da Estância de Atibaia e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR-AR/SP estão realizando um curso junto a produtores rurais de Atibaia pelo Programa Feira do Produtor Rural, cuja finalidade é criar uma opção de renda alternativa para o produtor rural, capacitando-o para a comercialização direta do que é produzido em sua própria terra. De acordo com o SENAR-AR/SP, o contato direto do produtor rural com o consumidor final é importante para a valorização do seu trabalho e de seus produtos, o que permite a troca de experiências com seus clientes e ajuda a construir uma relação de confiança e respeito.
Após encontros com representantes da Prefeitura, o SENAR-AR/SP liberou o curso para Atibaia e houve uma sensibilização junto às lideranças e produtores rurais de Atibaia e região para mobilizá-los e estimulá-los a aderir ao programa (podem participar produtores rurais estabelecidos no município ou nas demais cidades da extensão de base do Sindicato Rural). Os recursos, profissionais e materiais para a realização do programa são do SENAR-AR/SP, sendo a Prefeitura responsável por ceder um espaço para as aulas e outro para a feira, além do apoio necessário para as atividades.

Segundo a Secretaria de Agropecuária e Abastecimento, a procura pelo curso foi intensa, mas muitos interessados não puderam aderir ao programa porque a participação é exclusiva de produtores rurais que exploram a terra com fins econômicos ou de subsistência, que façam a devida adesão e apresentem diversos documentos, como: cópia da inscrição de produtor rural; cópia do cartão de CNPJ; e cópia de um documento com foto.
A carga horária total do curso é de 288 horas, distribuídas em introdução e oito módulos: Integração e Sensibilização; Módulo I – Normas e Procedimentos da Feira do Produtor; Módulo II – Boas Práticas de Manipulação de Alimentos; Módulo III – Produtos rurais para comercialização; Módulo IV – Construções do estande em bambu; Módulo V – Comercialização; Módulo VI – Gestão do negócio; Módulo VII – Feira do Produtor Rural; e Módulo VIII – Consolidação do Programa.
Uma Comissão Gestora da Feira do Produtor Rural, com representantes da Prefeitura e dos produtores rurais participantes do programa, também foi criada para coordenação, controle, e acompanhamento das feiras.
No momento, está em andamento o Módulo VI – Gestão do negócio. Ao longo do mês de outubro acontece a Feira do Produtor Rural e a primeira edição será realizada no próximo dia 6, às 17h, com 10 estandes e a presença do instrutor do curso. As edições seguintes estão previstas para os dias 13 e 27 de outubro. Após a realização de cada feira, os produtores também se reunirão com o instrutor para uma avaliação do evento. Vale lembrar que o produtor rural participante da feira não pode abandonar o seu estande de comercialização em favor de qualquer um de seus familiares que não tenham participado do programa e, ainda, que o espaço disponibilizado para a feira está reservado somente aos produtores rurais participantes do programa.
Na Feira do Produtor Rural serão comercializados gêneros agrícolas produzidos nas propriedades dos agricultores participantes do programa, sendo vedada a compra de produtos de intermediários; produtos hortifrutigranjeiros, como sementes comestíveis, hortaliças, frutíferas, granjeiros e pescados, derivados de origem animal, derivados de origem vegetal, plantas ornamentais, condimentos “in natura”, flores, artesanato tipicamente rural, produtos orgânicos vegetais e outros produtos; produtos de origem animal, de origem vegetal e/ou mistos, industrializados ou minimamente processados, desde que elaborados pelo próprio produtor rural e que respeitem a legislação vigente dos órgãos competentes em âmbito Municipal, Estadual e Federal; artesanato tipicamente rural, valendo-se de matéria-prima disponível na propriedade, devidamente aproveitada e elaborada pelo produtor rural; e produtos orgânicos, quando houver comprovação de certificação oficial, respeitando a legislação Federal vigente.

De acordo com o SENAR-AR/SP, a Feira do Produtor Rural tem como missão estabelecer um ambiente favorável para a oferta de produtos sustentáveis diretamente do produtor rural para o consumidor, promovendo o desenvolvimento econômico e social.
Para aprovação no Programa Feira do Produtor Rural, o participante deve ter no mínimo 80% de frequência total; ser aprovado tecnicamente pelo instrutor do SENAR-AR/SP; ter no mínimo 50% de frequência em cada módulo (aquele que faltar mais de 50% em um módulo, ou não cumprir a metodologia de ensino estabelecida, é automaticamente desligado). Ao final do programa, os participantes receberão certificados do SENAR-AR/SP e Prefeitura.
Segundo o secretário de Agropecuária e Abastecimento de Atibaia, Mario Inui, a Administração Municipal pretende dar sequência ao programa em Atibaia, com novas edições nos próximos anos, em mais uma ação de incentivo aos produtores do município. “Aqueles que tiverem interesse e atenderem aos requisitos do SENAR-AR/SP podem procurar a Prefeitura/Secretaria para participação em novos cursos”, afirma. O SENAR-AR/SP lembra que a admissão de novos integrantes na feira somente será permitida após a realização de um novo programa no município, portanto para 2017 não há possibilidade.
O regulamento completo do Programa Feira do Produtor Rural e da Feira do Produtor Rural pode ser consultado junto à Secretaria de Agropecuária e Abastecimento (Estrada Municipal Juca Sanches, nº 400, Jardim Brogotá). Mais informações pelo telefone: (11) 4414-3985.

Modo Texto