22 de Maio de 2017 | 17h54

Prefeitura inicia remoção de famílias em área de risco na região de Caetetuba

Moradias irregulares estão em área de risco; Prefeitura disponibilizou abrigo provisório para as famílias e estuda medidas na área de habitação social.

 

Moradias irregulares estão em área de risco;
Prefeitura disponibilizou abrigo provisório para as famílias
e estuda medidas na área de habitação social

 
Na manhã de hoje (segunda-feira, dia 22) a Prefeitura iniciou uma operação de desocupação de área de risco na região de Caetetuba, próximo à Usina de Reciclagem.
Segundo a Defesa Civil, que esteve presente durante toda a ação, o terreno é mais baixo que o córrego existente no bairro, portanto está sob alto risco de inundação, principalmente após chuvas concentradas, como as que atingiram o município nos últimos dias.

Leia atualização no final


A previsão é de novas chuvas em Atibaia e a permanência de famílias na área, especialmente pela presença de crianças, é um risco a ser evitado neste momento, por isso a preservação da vida é a principal preocupação do Poder Público.
Diversas secretarias da Administração Municipal participaram da ação. Assistentes sociais da área de Habitação Social estiveram desde as primeiras horas do dia efetuando cadastramento dos moradores: cerca de 70 pessoas.

A grande maioria das famílias removidas preferiu se alojar em casas de amigos e familiares, enquanto cinco famílias foram abrigadas pela Prefeitura em um abrigo provisório instalado no Ginásio Rolando Rolli, no bairro Atibaia Jardim.
No abrigo provisório, para onde também foram levados os pertencens das famílias, a Prefeitura está oferecendo refeições (almoço, lanche e jantar) e todo o apoio necessário, com uma equipe de plantão à disposição.

Além de assistentes sociais da Habitação Social, a operação no Caetetuba foi acompanhada por agentes de trânsito, guardas civis municipais, equipes da Defesa Civil, Infraestrutura, Saúde, Coordenadoria Animal, entre inúmeros outros setores do Executivo Municipal, com apoio também da Polícia Militar e Elektro.
Vale lembrar que a remoção se limita às famílias que residem em moradias irregulares, em área de risco.


Atualização
Na quinta-feira, 25, equipes da Prefeitura estiveram empenhadas no cadastramento das famílias no programa de auxílio-moradia, e também têm oferecido cursos de capacitação, ajudando a recolocar seus integrantes no mercado de trabalho.
Para o prefeito da Estância de Atibaia, Saulo Pedroso de Souza, é dever da Administração Municipal dar assistências às famílias em situação de vulnerabilidade social e evitar que famílias vivam em situação precária, em locais que representam risco à vida.
Desde 2014, quando a atual Administração realizou sua primeira grande ação na área da Habitação (entregando moradias a 168 famílias do bairro Caetetuba e demolindo os barracos existentes nas áreas de risco), a Prefeitura tem monitorado a região para evitar novas ocupações e oferecido às famílias serviços específicos na área de habitação social.
De acordo com a Secretaria de Habitação, ações como essa têm um papel social e urbanístico fundamental, pois devolvem a dignidade às pessoas ao mesmo em que coíbem a ocupação desordenada.
Situação das famílias
As 39 famílias que estavam no local foram cadastradas pela equipe de assistentes sociais da Secretaria da Habitação.

A grande maioria preferiu se alojar em casas de amigos e familiares, mas 16 foram abrigadas pela Prefeitura em um abrigo provisório instalado no Ginásio Rolando Rolli, no bairro Atibaia Jardim.
No abrigo provisório, para onde também foram levados os pertences das famílias, a Prefeitura está oferecendo refeições (café da manhã, almoço e jantar) e todo o apoio necessário, com uma equipe de plantão à disposição.
Todas as famílias envolvidas na ação estão sendo cadastradas no programa de “auxílio moradia” do município, que garante repasse financeiro mensal para custear o pagamento de aluguel de uma casa.
O alojamento continua à disposição das famílias até que elas aluguem uma residência.
Devido à utilização do ginásio, as atividades esportivas que aconteciam no local estão temporariamente paralisadas.
 
Atualização: 26 de maio às 17h31

Modo Texto