Prefeitura de Atibaia manifesta intenção de compra de vacina russa
19 de março de 2021 | 15h51

Prefeitura de Atibaia manifesta intenção de compra de vacina russa

Em carta, prefeito Emil Ono destaca que eventual transação depende de aprovação da vacina pela Anvisa

O prefeito de Atibaia, Emil Ono, enviou uma carta a autoridades da Rússia na qual declara intenção em adquirir a vacina contra a Covid-19 de origem russa, chamada Sputnik V, em caso de aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em mais um esforço do município para a obtenção de imunizantes para vacinar a população.

A carta foi destinada a Nikita Klimarev, vice-presidente adjunto do Fundo de Investimentos Diretos da Rússia, que financiou o desenvolvimento da vacina Sputnik V, e a Viktor Vladimovich Sheremetker, diplomata e chefe da representação comercial da Rússia no Brasil.

A vacina Sputnik V ainda não está aprovada para uso no Brasil. Em reunião nesta semana entre a Anvisa e representantes da vacina russa foram discutidos detalhes sobre a documentação necessária para o pedido de uso emergencial da Sputnik V. A aprovação no país é considerada condição precedente para efetivação de transação entre o município de Atibaia e o Fundo de Investimentos Diretos da Rússia.

Outra iniciativa da Prefeitura de Atibaia para aquisição de vacinas contra a Covid-19 foi a inclusão da cidade em um consórcio público para a compra de imunizantes. A Câmara Municipal aprovou na terça-feira (16), por unanimidade, projeto de lei de autoria do prefeito que autoriza Atibaia a realizar a compra de vacinas e, assim, ampliar a imunização da população, considerando que as doses no país têm sido insuficientes para atender a demanda.

print