Professoras da Rede Municipal ganham prêmio por projeto na pandemia
8 de abril de 2021 | 13h20

Professoras da Rede Municipal ganham prêmio por projeto na pandemia

Premiação criada pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal selecionou 100 iniciativas inspiradoras da Educação Infantil em todo país

A Educação Infantil é uma das áreas mais atingidas com o fechamento das escolas por causa da pandemia de Covid-19, desafiando pais e professores a participarem da aprendizagem das crianças de uma forma diferente. Os professores tiveram que se reinventar neste novo cenário, com a criação de iniciativas de ensino remoto, e duas delas receberam importante premiação em Atibaia.

Na semana passada, as professoras da Rede Municipal Cherliana Mita Chaves, da CEI Aracy Salles, e Vanessa Cardeal de Oliveira Moreno, da CEI Judith Graciano, foram contempladas com o Prêmio Educação Infantil – Boas Práticas dos Professores em Tempos de Pandemia, criado pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, com o objetivo de valorizar a Educação Infantil e reconhecer a importância dos profissionais da área. Foram premiadas 100 experiências de boas práticas em todo o país—cada professor ganhou um curso de formação sobre a Base Nacional Comum Curricular-Educação Infantil e R$ 1.000,00.

A professora Cherliana contou que, após o fechamento das escolas, um misto de incertezas e insegurança rodeou os profissionais da Educação Infantil, com questionamentos sobre como manter o vínculo com crianças tão pequenas e fortalecer a parceria com as famílias à distância. Então, ela decidiu criar um grupo no WhatsApp para acompanhar não só se as famílias estavam realizando as vivências da Plataforma de Ensino Remoto da Rede Municipal de Atibaia, mas sim o que elas estavam conseguindo realizar com seus filhos, na medida do possível, respeitando a rotina corrida e as dificuldades de cada uma.

“As famílias entenderam a importância de cada um destes momentos e sentiram-se acolhidas em suas angústias e incertezas, pedindo-nos orientações nas questões do desfralde, sono, chupeta, alimentação, agitação, fala e outros assuntos comuns da idade. Nossa grande alegria foi a de podermos ajudá-las e o mais impressionante foi o espírito de solidariedade e empatia nascido neste grupo, pois nas interações as mamães contribuíam com as demais oferecendo dicas sobre os assuntos que eram colocados em questões”, afirmou Cherliana.

Já a professora Vanessa criou um canal no YouTube para aproximar as crianças da Educação. Nesse canal tem vídeos voltados para a família, vídeos de músicas infantis, cantigas, contação de histórias, poemas, parlendas da nossa literatura, além de brincadeiras e propostas de vivências diversas para a família aprender, interagir e ajudar a criança a se desenvolver, em casa, de forma que ela seja a protagonista do seu conhecimento.

Iniciativas como essas reforçam a importância da Educação e o comprometimento dos profissionais em um momento tão difícil que estamos vivendo. A dedicação de todos, famílias, alunos e educadores, é fundamental para o sucesso de projetos que buscam mitigar os efeitos nocivos da pandemia no setor e garantir o desenvolvimento das criança.

print