4 de julho de 2017 | 11h23

Projeto Atipalhaços forma sua primeira turma de palhaçaria hospitalar neste sábado

Os convites para a palhaçatura devem ser trocados com antecedência por uma lata de leite em pó.

Os convites para a palhaçatura devem ser trocados com antecedência
por uma lata de leite em pó

 
Determinados a alegrar o coração das pessoas com o dom da sensibilidade, o projeto Atipalhaços forma sua primeira turma de doutores palhaços em Atibaia. A palhaçatura (formatura de palhaços) será neste sábado, dia 8 de julho, no Centro de Convenções “Victor Brecheret”, às 19h. Neste dia, os 25 alunos receberão o jaleco oficial e, a partir de então, estarão aptos a exercer a “medicina” do amor e da alegria. A noite contará ainda com a participação especial da Escola de Circo Naniko´s Circus, situada em Guarulhos.

A entrada para o evento será feita somente com convites, que devem ser trocados por uma lata de leite em pó com antecedência. Para trocar, basta procurar um dos formandos ou entrar em contato com a página Atipalhaços no Facebook (www.facebook.com/atipalhacos). Não haverá troca no sábado e todo o material recolhido será doado ao Fundo Social de Solidariedade de Atibaia.
Durante os dez encontros do curso, que é gratuito, os alunos aprenderam a diferença do palhaço de circo com o hospitalar, receberam orientação de conduta dentro do hospital, higienização, a importância do improviso, a criação do personagem, o tipo de maquiagem, entre outras, além de ainda terem feito estágios supervisionados nos hospitais, asilos e orfanatos.
O caminho para se tornar um palhaço profissional não é muito longo, mas é intenso. O voluntário deve esquecer os palcos, as palmas, o público, os baldes com água, as gargalhadas altas ou as brincadeiras de contato físico. O Dr.Palhaço deve ser suave, saber a hora de chegar e de ir, precisa dominar a arte do improviso e carregar consigo grandes doses de empatia, alegria, ânimo, força, foco e disciplina.

A palhaçaria hospitalar é reconhecida mundialmente. Estudos já comprovaram os resultados positivos de ações que levam o paciente a sair temporariamente da rotina, muitas vezes estressante de uma internação, movido pelo amor, carinho e risada de um palhaço hospitalar.
O “Doutores Atipalhaços” é um projeto de voluntariado que desenvolve ações em hospitais, instituições e associações que lidam com vulnerabilidade emocional. A Palhaçatura tem o apoio da Prefeitura de Atibaia, por meio da Secretaria de Cultura e Eventos e do Fundo Social de Solidariedade.
Os interessados em participar da próxima turma do curso, que ainda não tem data definida, podem enviar e-mail para doutoresatipalhacos@gmail.com ou entrar em contato pelo telefone (11) 99149-4394.

Modo Texto