SAMU Atibaia garante agilidade no atendimento
11 de junho de 2019 | 11h26

SAMU Atibaia garante agilidade no atendimento

Redução no tempo de espera dos atendimentos foi cerca de 30% nos últimos 2 meses

Quem já precisou ou acompanhou alguém em situação de emergência sabe o quanto os minutos são decisivos. Conforme levantamento realizado pela Coordenadoria Geral Regional do SAMU Bragança Paulista, em ofício à Secretaria de Saúde de Atibaia no início de junho, o tempo de resposta às emergências solicitadas teve uma redução de cerca de 30% tanto nos atendimentos com VSA (Veículo de Suporte Avançado) quanto nos com VSB (Veículo de Suporte Básico) nos meses de abril e maio.

De acordo com a Portaria 2048, de 5 de novembro de 2002 do Ministério da Saúde, é estabelecido o Tempo Resposta como um dos fatores essenciais para o atendimento do paciente. Sendo um dos principais objetivos da gestão, a melhora todos os dias nos atendimentos, com rapidez e protocolos especializados.

As centrais estruturadas nos níveis estadual, regional e/ou municipal, organizam a relação entre os vários serviços qualificando o fluxo dos pacientes no sistema e geram uma porta de comunicação aberta ao público em geral, por meio da qual os pedidos de socorro são recebidos, avaliados e hierarquizados. As necessidades imediatas da população, necessidades agudas ou de urgência, são pontos de pressão por repostas rápidas.

Neste sentido, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que opera em Atibaia, conseguiu uma redução do tempo de resposta – saída da ambulância da base até a chegada ao local da ocorrência tanto da VSA quanto da VSB. Em comparação a março, que teve como tempo de resposta da VSA 13 minutos e 12 segundos, abril com 9m01 e o mês de maio com 8m09, o tempo reduzido foi de cerca de 30%. Já a VSB, passou de 8m59 em março para 6m13 em maio. Diversos fatores contribuíram para a agilidade no serviço, como tempo de saída da equipe da base, conhecimento da área territorial como ruas, bairros e pontos de referência, além do esforço dos profissionais envolvidos em cada ocorrência.

Modo Texto