20 de junho de 2018 | 16h18

Treinamento para combate a incêndios florestais prepara brigadas voluntárias de Atibaia

Período de estiagem eleva risco de queimadas e
intensifica as ações de prevenção e combate ao fogo no município

Com a chegada do período de estiagem (seca), fenômeno relativo às estações do outono e, principalmente, do inverno, eleva-se o risco de ocorrências relacionadas a incêndios florestais. Diante deste cenário, nesta sexta-feira (25) Atibaia contou com um treinamento para combate a incêndios no Parque Natural Municipal da Grota Funda, Parque Estadual do Itapetinga – PEI, Monumento Natural Estadual Pedra Grande – Mona Pedra Grande e áreas de amortecimento. A ação teve como objetivo preparar as brigadas do município para a prevenção e o combate a queimadas.

O treinamento, realizado no Haras das Cascatas, na Estrada Municipal da Pedra Grande, foi voltado a brigadistas voluntários, moradores da serra e de bairros de seu entorno, estudantes e funcionários da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e da Fundação Florestal.

Na programação do treinamento estiveram diversas explanações sobre o tema: “Noções sobre a ecologia do fogo e o combate voluntário na serra” (Simbiose); “A Operação Corta Fogo no PEI e MONA Pedra Grande” (Fundação Florestal); “Noções sobre pronto socorrismo” (Corpo de Bombeiros); “Alinhamento de procedimento entre o poder público e sociedade civil”; “Oficina de produção e manuseio de abafadores e manutenção de bombas costais”; e “Prática de combate a incêndio”, entre outras atividades.

A iniciativa foi da Brigada Voluntária Itapetinga – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Simbiose, com apoio da Fundação Florestal, do Corpo de Bombeiros, da Prefeitura da Estância de Atibaia – Coordenadoria Especial de Defesa Civil, entre outros órgãos integrantes do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil.

Vale lembrar que Atibaia é um dos municípios que integra a “Operação Estiagem”, do Governo do Estado de São Paulo, cujo objetivo é fortalecer as Defesas Civis municipais por meio de treinamentos regionais de brigadistas, entre outras ações.

Modo Texto

Deixe um comentário