Atibaia concede aprovação para fazer parte da Trilha Transmantiqueira
4 de maio de 2021 | 18h37

Atibaia concede aprovação para fazer parte da Trilha Transmantiqueira

Projeto engloba mais de 40 municípios em cerca de 1200 km de extensão e busca incentivar o turismo de natureza

Atibaia vai ganhar mais uma opção de turismo de natureza, gerando benefícios ambientais e econômicos ao município. O prefeito Emil Ono concedeu anuência para que a cidade seja um ponto de passagem da futura Trilha Transmantiqueira, que cruzará mais de 40 municípios dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, integrando mais de 30 Unidades de Conservação, em cerca de 1200 km de extensão.

A Prefeitura concedeu aprovação ao projeto em menos de 48 horas, o que foi destacado pelo Coletivo Sociambiental e pela coordenadoria do trecho Atibaia para implantação da trilha como exemplo para as demais cidades envolvidas na iniciativa. A Trilha Transmantiqueira inicia-se na cidade de São Paulo, no antigo Horto Florestal, atual Parque Estadual Alberto Löfgren, indo até Aiuroca/MG. Em Atibaia, essa trilha irá passar pela Pedra Grande e atravessar o município sentido Bragança Paulista.

A Trilha Transmantiqueira (TMTQ) é uma Trilha de Longo Curso que atravessa a serra da Mantiqueira no sentido oeste-leste, e que como objetivo conectar o território brasileiro através de trilhas caminháveis, atuando como ferramenta de conservação, aparelho de recreação e alternativa para gerar emprego e renda junto às comunidades locais. A iniciativa incrementa o turismo de natureza, atraindo tanto público local como internacional, trazendo possibilidades de sustentabilidade financeira para a população rural ao longo do percurso e preservação do seu entorno, além de manter a conectividade ecológica entre as serras e unidades de conservação.

Com relevo acidentado, variando de 800 a 2.800 metros, a Trilha Transmantiqueira condiciona uma grande diversidade de ambientes: floresta ombrófila densa, floresta ombrófila mista, floresta estacional semidecidual, candeial, campos arenosos, campos rupestres, campos encharcáveis e cerrado de altitude. Num padrão usualmente observado em outras regiões montanhosas do mundo, as características do relevo dificultaram a ocupação da região, que atualmente ainda preserva grandes blocos florestais.

print