25 de novembro de 2016 | 17h03

Vagas de empregos em Atibaia são destaque em reportagem da TV Globo

Sobe também o número de pessoas certificadas pelo programa “CapacitAção”, da Prefeitura.

carteiraTrabalho1Os números positivos de geração de emprego em Atibaia ganharam destaque em reportagem divulgada, nesta semana, pela TV Vanguarda e Portal G1, da Globo. Entre as cidades citadas na matéria, Atibaia foi a que mais abriu postos de trabalho em outubro, 375, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego.
Ao todo, o Vale do Paraíba perdeu 1.299 empregos em outubro, seguindo com a tendência de queda nas contratações verificada nos meses anteriores. No ano, o saldo já é de 12.269 vagas fechadas, de acordo com o Portal G1.
Ao mesmo tempo em que o emprego apresenta saldo positivo em Atibaia, sobe também o número de pessoas certificadas pelo programa “CapacitAção”, da Prefeitura, que prepara novos profissionais para ocupar vagas no mercado de trabalho. Neste semestre, 1.800 formandos receberam seus diplomas e muitos deles já estão exercendo suas novas profissões. O município também vem registrando números considerados positivos em relação à abertura de novas empresas: foram 1.158 até a data de 30 de setembro.
Para preparar empresários e novos empreendedores locais, que são potenciais empregadores, Atibaia conta com o “Fórum de Desenvolvimento Econômico e Inovação”, em que são discutidos empregabilidade, gestão dos negócios, setor industrial e empreendedorismo, entre outros assuntos. A quarta edição do evento acontece na próxima segunda-feira, dia 28.
Atibaia entre as 100 melhores cidades do Brasil para investir em negócios
Atibaia está entre as 100 melhores cidades do Brasil para investir em negócios, de acordo com estudo da consultoria Urban Systems. O assunto foi tema da reportagem de capa da Revista EXAME publicada no dia 26 de outubro. Atibaia está na 86ª posição, sendo o único município da região bragantina a fazer parte da lista dos “100 melhores”. Barueri, cidade de 264 mil habitantes, ficou em primeiro lugar no ranking.
O estudo verificou um total de 28 indicadores em quatro aspectos essenciais para a evolução dos negócios em uma cidade: desenvolvimento social, capital humano, infraestrutura e desenvolvimento econômico.

print