Atibaia registra mais de mil empresas abertas em 2021
21 de maio de 2021 | 17h51

Atibaia registra mais de mil empresas abertas em 2021

Apesar da crise provocada pela pandemia, cidade registra saldo positivo; Setor de serviços representa cerca de 60% dos novos negócios

De acordo com os dados do Mapa de Empresas, ferramenta de consulta disponibilizada pelo Ministério da Economia que utiliza informações do Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), 1.145 empresas foram abertas em Atibaia de janeiro a março de 2021, contra 393 que encerraram as atividades. O saldo positivo de 752 novas empresas representa crescimento em torno de 31% comparado ao mesmo período de 2020, quando 892 novos estabelecimentos abriram e 317 foram extintos.

O crescimento em meio à crise econômica provocada pela pandemia é confirmado também pelo número de empresas que oficializaram o registro na Prefeitura: segundo levantamento realizado pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico e Planejamento e Finanças, de 1º de janeiro a 17 de maio de 2021, 997 novas empresas foram registradas na cidade. O setor que mais cresceu foi o de prestação de serviços: 594 empresas abertas nesse período, o que representa cerca de 60% dos novos negócios. Na sequência aparece o comércio (252 empresas abertas), outras atividades (104) e a indústria (37). No mesmo período, 406 empresas fecharam as portas, um saldo positivo de 591 empresas.

A geração de empregos na cidade também registrou saldo positivo no primeiro trimestre de 2021: segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), somando os meses de janeiro, fevereiro e março de 2021 (os últimos contabilizados pelo Ministério da Economia), Atibaia registrou saldo total de 828 novas vagas de emprego com carteira assinada. O crescimento no número de empresas abertas e a criação de novos empregos em meio à pandemia sugerem um cenário de recuperação, refletindo os esforços e investimentos da Administração Municipal para manter ativa e desenvolver a economia da cidade. Buscando sempre um equilíbrio, as ações da Prefeitura têm procurado reduzir os impactos da pandemia e preservar o funcionamento das atividades econômicas, mas sem descuidar da saúde da população.

print