Atibaia registra saldo positivo de empregos pelo 3º mês consecutivo
14 de maio de 2021 | 15h50

Atibaia registra saldo positivo de empregos pelo 3º mês consecutivo

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), 272 novos empregos formais foram abertos em março de 2021

Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia, o município de Atibaia registrou no mês de março deste ano 1.580 admissões e 1.308 desligamentos, saldo positivo de 272 novos empregos formais. Pela terceira vez consecutiva, a cidade apresentou saldo positivo: foram, respectivamente, 1.394 e 1.770 admissões em janeiro e fevereiro de 2021 contra 1348 e 1260 desligamentos, resultando nos saldos de 46 e 510 empregos com carteira assinada que foram criados nesses meses. Somando os meses de janeiro, fevereiro e março, os últimos contabilizados pelo Caged, Atibaia registrou um total de 828 novas vagas de emprego com carteira assinada.

A comparação com 2020 sugere uma recuperação do mercado de trabalho na cidade. Em janeiro do ano passado, a cidade registrou saldo negativo: foram 3 vagas a menos. Em fevereiro, o saldo ensaiou uma melhora com 167 novas vagas formais criadas (1.581 admissões menos 1.414 desligamentos). Mas, o início da pandemia em março de 2020 fez com que o número voltasse a ficar negativo: 574 vagas formais fechadas, saldo negativo de 410 postos de trabalho se considerarmos o total do trimestre.

Depois de 5 meses de números negativos em 2020 (de março a julho), os indicadores da cidade têm apresentado melhoras, com saldos positivos nos meses de agosto (120 vagas), setembro (78) e outubro (395), fechando novembro com o melhor saldo: 678 vagas formais criadas. Depois do saldo negativo em dezembro, movimento comum para o mês já que são fechadas as vagas temporárias de fim de ano, Atibaia encerra o primeiro trimestre de 2021 com a geração de 828 empregos formais.

De acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Economia, os setores de serviços e indústria tiveram os melhores desempenhos no mês de março de 2021: 113 e 112 postos de trabalho abertos ou 623 e 454 admissões contra 510 e 342 demissões, respectivamente. Na sequência vêm os setores de comércio, construção e agropecuária com saldos de empregos de 27, 15 e 5 vagas.

print