Destinação de lixo para aterros garante nota 9,8 para Atibaia
7 de agosto de 2019 | 14h16

Destinação de lixo para aterros garante nota 9,8 para Atibaia

Levantamento da Cetesb analisa o descarte de resíduos pelos municípios paulistas

Pelo segundo ano consecutivo, Atibaia obteve nota 9,8 na avaliação da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) em relação as condições ambientais e sanitárias dos locais de destinação final dos resíduos domiciliares. Os estudos, elaborados anualmente, fazem parte do Inventário Estadual de Resíduos Sólidos Urbanos, e mapeiam e analisam o descarte de resíduos feito pelos municípios.

O método utilizado para avaliação é o Índice de Qualidade de Aterro de Resíduo. A metodologia agrega critérios de pontuação e classificação dos locais de destinação e leva em consideração a qualidade dos aterros, Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e se o aterro de destino dos resíduos sólidos possui licença de instalação, operação e condições adequadas. Outro fator de análise é a quantidade de resíduos sólidos urbanos produzidos por dia no município. Em 2018, Atibaia destinou 115,83 toneladas de lixo por dia para aterro, o que é considerado adequado pela Cetesb.

Anualmente são analisados os 645 municípios paulistas, dos quais 612 destinaram seus resíduos de forma adequada. O estudo elaborado pelos técnicos da Cetesb indica que em 2018, 97,8% das 40,7 mil toneladas geradas diariamente no Estado foram dispostas em aterros avaliados como adequados. A população urbana atendida por aterros com disposição adequada, entre 2011 e 2018, passou de 81,8% de habitantes servidos para 97,5%.

print