Escolas municipais seguem com aulas presenciais suspensas em Atibaia
15 de março de 2021 | 18h44

Escolas municipais seguem com aulas presenciais suspensas em Atibaia

Com aumento de casos de Covid-19 no município, Secretaria de Educação opta por realizar exclusivamente aulas remotas neste momento

A Secretaria de Educação de Atibaia decidiu manter as aulas presenciais suspensas na Rede Municipal em função do aumento de casos de Covid-19 na cidade e em todo o país. As escolas municipais funcionarão apenas para a entrega de materiais didáticos aos estudantes, de forma escalonada e seguindo os protocolos sanitários, assim como para o acolhimento e alimentação dos alunos que mais precisam e entrega de cestas básicas às famílias em situação de vulnerabilidade social.

Os alunos da Rede Municipal de Atibaia seguirão utilizando a Plataforma de Ensino Remoto, sistema em que os professores de cada escola são os responsáveis por alimentar e atualizar as atividades/vivências pedagógicas para o desenvolvimento das competências e habilidades de cada fase escolar. A Secretaria de Educação se coloca à disposição para conversar, trocar informações e esclarecer dúvidas.

“A situação agora é a mais crítica de toda a pandemia em nosso país, assim como na nossa cidade, e precisamos do máximo de distanciamento social para conter a disseminação do coronavírus. Por isso, peço aos pais e responsáveis, inclusive de alunos que estão matriculados em escola particular, que só mandem seus filhos para a escola em caso de extrema necessidade. Afinal, entendemos que muitos precisam do apoio da escola para poderem trabalhar”, afirmou o prefeito Emil Ono.

De acordo com decreto publicado pela Prefeitura de Atibaia no último sábado (13), as escolas estaduais da cidade deverão seguir as diretrizes do governo estadual, que optou pelo recesso nas próximas duas semanas. Já as escolas particulares ficam autorizadas a desenvolver atividades híbridas (presenciais/ remotas), ficando a cargo de cada proprietário sua abertura ou não, levando em consideração que a recomendação é que pais e responsáveis só mandem seus filhos para a escola em caso de necessidade. As escolas precisam respeitar o limite máximo de 35% do total de alunos matriculados, conforme previsto no decreto estadual, além do cumprimento rigoroso dos protocolos sanitários.

As aulas presenciais voltaram na Rede Municipal de Atibaia em fevereiro, com medidas sanitárias rígidas e capacidade limitada dos alunos, escalonados semanalmente. A frequência presencial era facultativa, ou seja, os pais ou responsáveis que preferissem poderiam manter seus filhos em casa, participando apenas das atividades remotas. A partir de 8 de março, as aulas presenciais foram suspensas, em cumprimento a decreto municipal, para conter a disseminação do Coronavírus na cidade.

print