Fiscalização segue rigorosa em Atibaia para evitar disseminação da Covid-19
14 de julho de 2021 | 13h53

Fiscalização segue rigorosa em Atibaia para evitar disseminação da Covid-19

Com novo decreto, válido desde 9 de julho, fiscalização da Prefeitura foi intensa e efetiva nos locais públicos e estabelecimentos comerciais

Com o objetivo de evitar a disseminação da Covid-19 na cidade, a Prefeitura da Estância de Atibaia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Vigilância Sanitária e Guarda Civil Municipal, realizou a fiscalização junto a estabelecimentos comerciais, prestadores de serviços e espaços públicos no último fim de semana prolongado.

O fiscais da Sedec realizaram monitoramento nas vias de maior concentração de pessoas, como Al. Lucas Nogueira Garcez e Av. Pref. Antonio Julio Toledo Garcia Lopes, no bairro Cerejeiras, resultando em 98 estabelecimentos vistoriados nos plantões.

Segundo a Sedec, alguns locais requerem atenção especial em virtude da tendência de aglomeração de pessoas e da persistência no funcionamento após os horários permitidos. No último fim de semana prolongado devido ao feriado de 9 de julho, a Pasta registrou um total de 157 ações efetuadas e, por isso, reforça que é sempre muito importante que a população faça a sua parte obedecendo às regras, não aglomerando e denunciando quando verificar alguma irregularidade.

Dentre essas 157 ações, houve cinco denúncias recebidas por meio da Ouvidoria Geral do Município e 34 pelo WhatsApp “Atibaia Contra Aglomeração”. Foram vistoriados 98 estabelecimentos, sendo 15 orientados quanto à legislação, e três autos de infração e multa foram lavrados, além do registro de dois fechamentos administrativos.

Já a equipe de fiscalização da Vigilância Sanitária efetuou rondas na cidade, incluindo a região central, Alvinópolis, regiões da Lucas e do Pouso de Asa Delta, entre outros pontos do município. Em função da publicação de decreto municipal que flexibilizou a porcentagem permitida de atendimento, a fiscalização priorizou inspeções em estabelecimentos comerciais de alimentos e bebidas, e também foram atendidas denúncias sobre aglomerações registradas pela população por meio dos canais da Prefeitura. De acordo com a Vigilância Sanitária, a maior parte dos estabelecimentos cumpria o novo decreto municipal, mas em alguns estabelecimentos foi verificado o descumprimento do decreto em relação ao distanciamento entre os clientes. Nesses locais, os proprietários foram obrigados a corrigir a situação de imediato, retirando as mesas excedentes e limitando o atendimento aos 60% permitidos no novo decreto.

Desde abril está em funcionamento o canal “Atibaia Contra Aglomeração”, exclusivo para uso na plataforma WhatsApp (por meio de mensagens, pois a central não aceita telefonemas), pelo número (11) 9.9860-9132 – específico para a questão da Covid-19, com recebimento de denúncias ligadas à concentração de pessoas tanto em espaços públicos, como praças, parques e áreas de esportes e lazer, quanto em espaços particulares (propriedades privadas). Vale lembrar que as denúncias também podem ser feitas pelo Programa Atibaia Sem Papel (Ouvidoria e Protocolos).

print