Prefeito Emil Ono manifesta intenção de compra de mais uma vacina
1 de abril de 2021 | 10h59

Prefeito Emil Ono manifesta intenção de compra de mais uma vacina

A Novavax, produzida na Índia, é novo alvo da Prefeitura de Atibaia, após Sputnik V e o imunizante da Johnson & Johnson

Em mais uma iniciativa para tentar ampliar as opções de vacinas contra a Covid-19 no município de Atibaia, o prefeito Emil Ono manifestou intenção de compra de outra vacina, a Novavax, produzida na Índia, depois de ter feito o mesmo com a russa Sputnik V e o imunizante da Johnson & Johnson.

A Prefeitura de Atibaia também aderiu ao Conectar – Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras da Frente Nacional de Prefeitos – para expandir a imunização da população, considerando que as doses no país têm sido insuficientes para atender a demanda.

A eventual compra destas vacinas depende da aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso no Brasil – a vacina da Johnson & Johnson foi aprovada nesta quarta-feira (31), mas Novavax e Sputnik V ainda não. Atibaia continua acima da média do Estado e do país em relação ao número de vacinados. A cidade já aplicou primeira dose em 16.579 pessoas, o que equivale a 11,5% de sua população, enquanto 5.697 receberam as duas doses, com um total de 22.276 doses administradas, segundo dados atualizados em 30 de março.

Com o número de casos e óbitos por Coronavírus em alta, o prefeito Emil Ono destacou que a vacina é fundamental para controlar a epidemia e que a Administração Municipal tem adotado uma série de medidas de enfrentamento ao vírus.

“Contratamos 7 leitos em hospital particular da região e implantamos 12 leitos de retaguarda, com respirador e monitor cardíaco, além de 12 novos leitos de enfermaria para tratamento de pacientes com Covid. Contratamos mais médicos e já autorizei a contratação de novos profissionais, assim como a implantação de novos leitos, mas temos tido dificuldade em razão da falta de profissionais disponíveis, assim como de medicamentos essenciais para o tratamento dos pacientes. Também estamos investindo na desinfecção de ruas e espaços públicos e intensificando nossas ações de conscientização e fiscalização”, afirmou.

print